segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

BOM DIA

Habitue-se a dar «Bom Dia» à vida que se renova para si em cada manhã.
Olhe a claridade da luz. Contemple a beleza do céu.
Respire a energia que o ar lhe trás.
Olhe para dentro de si mesmo e sorria feliz, porque tudo isso é Deus dentro de si e na natureza ao seu redor.
Levante, todos os dias, o seu pensamento, acorde o seu coração.
Encha-se da mais pura alegria e diga «Obrigado Senhor»

sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

SUPERANDO AS PERDAS


Nascer, crescer e morrer. Essa é a característica principal de todos os seres vivos. A única certeza que temos é que um dia morreremos e apesar desta certeza vivemos fugindo da morte, como se fosse possível alterar o nosso destino e perpetuar a nossa vida corpórea. O segredo da vida é viver o aqui e o agora, afinal o passado já passou e o futuro ainda não aconteceu. Viva um passo de cada de vez e ame indefinidadamente a tudo e a todos. Nós colocamos o apego acima de tudo e todo apego é o principal motivo de todo o nosso sofrimento. O desapego não quer dizer indiferença e sim a consciencia de que nada nos pertence e que tudo que temos hoje poderemos não ter amanhã. E é justamente isso que fazemos todos os dias, deixamos que o ciúme, o orgulho e a inveja dominem nossos corações e nos tornem escravos de nossos próprios domínios. Na verdade o TER deveria ser um meio de se alcançar o SER, por isso sofremos quando perdemos um amigo, quando perdemos dinheiro, quando arranham o nosso carro, quando um possível amor vai embora. Tudo é impermanente, ou seja, tudo muda a cada segundo. Nesse momento já não sou o mesmo que começou a escrever essa mensagem e nem você se refletir honestamente é mais aquela pessoa que há pouco tempo atrás teve paciência para ler esse pequeno texto, percebeu? Tudo muda, nem o caminho de volta pra casa é exatamente o mesmo, nem o seu olhar, nem o seu sorriso, nem seus pensamentos, nem o seu grande amor. A impermanencia é que nos faz ter esperança e fé, pois se hoje sofremos amanhã, poderemos sorrir, se hoje perdemos amanhã poderemos ganhar, se hoje estamos distantes, amanhã poderemos viver em comunhão vislumbrando um mundo mais justo.
(Professor Mauricio)

quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

CREIA EM DEUS


Creia firmemente em Deus:

Quando contemplar uma flor a desabrochar- Creia em Deus.

Quando um pássaro cantar- Creia em Deus.

Quando o vento soprar na sua janela- Creia em Deus.

Quando so seus olhos verem as águas de um regato a correr sobre a terra- Creia em Deus.

Quando levantar os olhos e puder ver o azul do céu- Creia em Deus.

Quando tiver a felicidade de abraçar uma criança- Creia em Deus.

Creia e agradeça a Deus quando pensar que tem uma Mãe

segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

VÁ EM FRENTE


Se você, hoje, se sente, como eu me sinto; uma espécie de depressão. Parece que o coração está a ser acorrentado, corre um gosto amargo pela boca, uma sensação de que está só, sem a graça de sorrir e de se comunicar.

É exatamente então que deve sair, andar, respirar fundo o oxigénio do ar, o perfume das flores.
Não se deixe ficar como uma folha solta e perdida da árvore da vida.
Vá em frente!
As tempestades assustam, mas logo se vão.
A alegria logo voltará!

Deus se fará presente.

sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

Medite Hoje...


Medite hoje sobre esta bela oração de Michel Quoist:


É Maravilhoso, Senhor ter braços perfeitos, quando há tantos mutilados!
Meus olhos perfeitos quando há tantos sem luz!
Minha voz que fala, quando tantos emudeceram!
Minhas mãos que trabalham, quando tantas mendigam!
É maravilhoso voltar para casa, quando tantos não têm para onde ir!
Amar, viver, sorrir, sonhar, quando há tantos que choram, odeiam,
Revolvem-se em pesadelos, morrem antes de nascer!
É maravilhoso ter um DEUS para crer, quando há tantos que não têm o consolo de uma criança!
É maravilhoso. Senhor, sobre tudo, ter tão pouco a pedir, tanto a agradecer.


Obrigado Senhor!

quarta-feira, 19 de Agosto de 2009

SABER VIVER O TEMPO...


"Eis-nos em tempo de férias!
Oportunidade para acertarmos a vida pelo relógio do sol e pelo ritmo das criaturas. Tempo em que podemos tapar os ouvidos ao bater das horas, para escutarmos mais as batidas do coração.
Tempo para pararmos a admirar o mistério do amanhecer, saborear a brisa da madrugada que nos fala de Deus, escutar a polifonia dos pássaros que cantam sem contrato, ouvir o silêncio das criaturas e decifrar as mensagens das estrelas…

Que as nossas férias sejam um tempo da experiência compartilhada com o outro, tempo favorável ao encontro, tempo cheio de significados. “Uma hora não é uma hora, é um vaso cheio de perfumes, sons, projectos e climas”. Uma vida não é vida se não for assim: cheia de perfumes, sons, projectos e climas. Pois, afinal, a vida não é o tempo e os anos que vamos contando, mas uma história de tempos, lugares e encontros cheios de tudo isso.

Dizia a raposa ao Princepezinho, “foi o tempo que perdeste com a tua rosa que fez a tua rosa tão importante”. Porque esta continua a ser uma verdade esquecida entre os humanos, é importante que haja quem saiba e ensine a “perder tempo” com o mais importante. E o mais importante continua a ser “criar laços” e “deixar-se cativar”."

Boas férias!

segunda-feira, 17 de Agosto de 2009

VALORIZE-SE


Fuja das facilidades do mundo, cuidado com portas largas demais, até para sorrir o rosto pede esforço, nada acontece sem trabalho e perseverança, não se chega a lugar nenhum sem uma boa caminhada, por isso, desconfie quando o “lá” vira “aqui”, quando a esmola é generosa demais, quando o preço for muito abaixo do mercado.
Fique atento principalmente: quando disserem que você não tem jeito, que não se adequou ao perfil, quando tentarem te colocar “abaixo do abaixo”, quando alguém te abandonar, ou até trocar. Cuidado com o desamor, é muito fácil cair, é muito mais simples se esconder, se fechar no quarto escuro, se isolar, difícil é resistir, é lutar, viver.
Mantenha em mente a sua importância, não se deixe levar pela corrente, o pessimismo é uma praga que se instala, é doença que atrapalha e se espalha, como vírus pelo ar, e pega mesmo,em que insiste em não se valorizar.
Você vale muito mais do que imagina,Valorize-se!

sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

SOMOS FIEIS A NÓS MESMOS?


"Trocamos a cor dos cabelos, damos-lhes o melhor corte, e às vezes somos tão resistente sem trocar alguns pensamentos, sem notar o quanto nos enfeiam.

Colocamos óculos elegantes, lentes coloridas, mas nem sempre pomos no olhar um brilho de alegria de viver.

Fazemos plástica, esticamos a pele, verdadeiros malabarismos para um rosto mais "bonito" e quase nunca lembramos de que uma expressão serena garantiria mais de meio caminho andado.

Tratamos os dentes, "compramos" sorriso, mas bem raramente sorrimos espontaneamente como o homem simples e sem dente sou a novinha criança.

Fazemos musculação, mas com que pouca freqüência mostramos os reais sentimentos que levamos no peito!

Obedecemos a rígidas dietas para ganhar ou perder peso, para sermos mais "elegantes", mas não questionamos se somos uma presença leve e agradável.

Compramos roupas novas, buscamos andar na moda, mas não nos desfazemos de alguns hábitos, costumes e crenças antigas que nada somam ao presente.

Vamos para outra casa, renovamos a mobília, trocamos de carro, mas resistimos a mudar por dentro, não tiramos o que está "velho", não damos novas direções ao nosso mundo interior.

Mudamos nossas relações, trocamos de amigos e queremos que os amigos mudem para satisfazer nossas necessidades.

Assim prosseguimos perdendo pessoas que poderiam ser bênçãos em nossas vidas.Não estará na hora de mudarmos a nós mesmos ,mais profundamente, mais amorosamente, e colhermos de graça frutos de sabedoria que existem à nossa disposição?

Que grande aventura será mudarmos um pouco por dentro toda vez que mexermos no lado de fora!


Será um novo desafio a cada novo dia!"

quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

A ESCADA DA VIDA


Os anos são degraus, a Vida a escada.
Longa ou curta, só Deus pode medi-la.
E a Porta, a grande Porta desejada, só Deus pode fechá-la, pode abri-la.
São vários os degraus; alguns sombrios, outros ao sol, na plena luz,
com asas de anjos, harpas celestiais. Alguns, quilhas e mastros nas mãos dos vendavais. Mas tudo são degraus; tudo é fugir à humana condição.
Degrau após degrau, tudo é lenta ascensão.

Senhor, como é possível a descrença, imaginar, sequer, que ao fim da Estrada, se encontre após esta ansiedade imensa uma porta fechada e mais nada?



Fernanda de Castro

segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

A VIDA


"Os homens... Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde... E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente e nem o futuro. Vivem como se nunca fossem morrer... E morrem como se nunca tivessem vivido."

sábado, 8 de Agosto de 2009

SILÊNCIO É...



"Silêncio é mansidão
Quando você não defende a si mesmo contra as ofensas
Quando você não chama por seus direitos
Quando você deixa Deus defende-lo
Silêncio é mansidão...
Silêncio é misericórdia
Quando você não revela a outros a falta de seus irmãos
Quando você prontamente perdoa sem remexer o passado
Quando você não julga, mas ora em seu coração
Silêncio é misericórdia...
Silêncio é paciência
Quando você aceita sofrimentos sem reclamar, alegremente
Quando você não procura consolações humanas
Quando você não se torna muito excitado
Mas espera, paciente, que a semente germine
Silêncio é paciência...
Silêncio é humildade
Quando não há competição
Quando você considera a outra pessoa melhor do que você
Quando deixa seu irmão brotar, crescer e amadurecer
Quando você, alegremente, abandona tudo no Senhor
Quando as suas ações podem ser mal interpretadas
Quando você deixa para outros a gloria da recompensa
Silêncio é humildade...
Silêncio é fé
Quando você guarda silêncio porque sabe que o Senhor agirá
Quando você renuncia à voz do mundo para manter-se na presença do Senhor
Quando você não se esforça para ser entendido
Porque é suficiente para você saber que o Senhor o entende
Silêncio é fé...
Silêncio é adoração
Quando você abraça a cruz sem perguntar “por quê”Silêncio é adoração..."


Madre Teresa de Calcutá

sexta-feira, 7 de Agosto de 2009

QUE A VELA DA ESPERANÇA NUNCA SE APAGUE


"Era uma vez quatro velas estavam queimando calmamente...
O ambiente estava tão silencioso que se podia ouvir o diálogo que travavam....
- Eu sou a paz! Apesar da minha luz as pessoas não conseguem manter-me, acho que vou apagar. E diminuindo, devagarinho, apagou-se totalmente.
A segunda disse: - Eu sou a fé!... Infelizmente sou muito fraca. As pessoas não querem saber de Deus. Não faz sentido continuar queimando.
Ao terminar de falar bateu um leve vento e a apagou.
Baixinho e triste a terceira vela se manifestou: - Eu sou o amor!... Não tenho mais forças para queimar. As pessoas me deixam de lado, só conseguem se enxergar, esquecem-se até daqueles à sua volta. E, num piscar de olhos, apagou !!!
De repente... Entrou uma criança e viu as três velas apagadas.
- O que é isto? Vocês deviam queimar até o fim. Dizendo isso começou a chorar. Então a quarta vela disse: - Não tenhas medo criança. Enquanto eu ainda queimar podemos acender as outras velas... Eu sou a esperança!
A criança com os olhos brilhantes pegou a vela que restava e acendeu as demais"

Que a vela da esperança jamais se apague dentro de você.

quinta-feira, 6 de Agosto de 2009

OLÁ CRISTIANO 2

Olá, familia de Cristiano!
É com muito gosto que falamos mais uma vez do Cristiano.
Desta vez é ele que nos surpreende no nosso blog:

Cristiano (Inglaterra)

Quero agradecer a todos os que rezaram por mim.
Muito Obrigado; especialmente ao grupo de agua longa.
Beijos e Abracos. Prometo fazer uma visita quando for a Portugal.


Fátima (Mae do Cristiano - Inglaterra) disse...
Olá. Gostaría de agradecer a todos pelo carinho e pelo apoio que nos tem dado, aproveito também para mandar beijinhos para a Lina e desejar-lhe rápidas melhoras. Que Deus a proteja; muito obrigada a todos e ao Padre Daniel.

"O nosso Deus nao falha..."


"O nosso Deus não falha" disse a Fátima, e é a Deus que devemos agradecer. Juntos em oração o Milagre acontece. Aguardamos anciosos a vossa visita.

Deus vos abençoe!

terça-feira, 4 de Agosto de 2009

DIA DO PADRE




Hoje, dia do Padre, a Oficina de Oração de Água Longa, felicita o nosso querido Padre Daniel, pela sua missão.



O nosso muito obrigado, Padre Daniel, pelos ensinamemtos que transmite através da palavra de Deus. O senhor é o nosso sal e luz!




"Ser Padre é uma aventura
Viver entre espinhos e rosas
Sem nunca reclamar
Sua missão é viver contente
Aos males é resistente
Pronto a nos ajudar
Padre é aquele que perdoa
Que partilha os Sacramentos
Que anuncia a Boa-Nova
Que da massa é o fermento
Que denuncia as injustiças
Homem cheio de talento
Ser Padre é estar a serviço dos outros
Sem se preocupar com o tempo
Ser Padre é partilhar O pão que é Jesus
Alimenta com a palavra
Mostrando esta luz
Que o amor está presente
Não morreu naquela cruz
Padre não caiu do céu
Também não nasceu de um ovo
Surge com muitas orações
Nasce do meio do povo
Vem de nossas famílias
Em Jesus um homem novo
Padre, pessoa de Deus
Porta voz de Jesus Cristo
Luta por todos os seus
Mesmo sem nunca ser visto
Homem de grande valor
Parabéns por tudo isto
Ser Padre: É ser alegre e otimista
É ser sal e luz
É ajudar o irmão
É sentir o peso da cruz
É ser filho de Deus
É ser irmão de Jesus!



É ser Padre Daniel!! "

segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

QUEM NÃO PRECISA


O amor precisa de mais afeto.
A paz precisa de menos conflitos.
A cumplicidade precisa de menos interesse.
A verdade precisa de menos mentiras.
A realidade precisa de menos fantasias.
A honestidade precisa de mais transparência.
A felicidade precisa de mais simplicidade.
O ódio precisa de menos amargura.
A amizade precisa de mais sinceridade.
A espontâniedade precisa de menos bloqueios.
O afecto precisa de mais carinho.
A vida precisa de mais cor.
O vento precisa de menos obstáculos.
O tempo precisa de menos ponteiros.
A impaciência precisa de mais tolerância.
A esperança precisa de menos ilusão.
A imaginação precisa de menos barreiras.
O novo precisa de mais inovação.
O sucesso precisa de menos brilho.

sábado, 1 de Agosto de 2009

EM BUSCA DA PAZ


"Saí um dia, infeliz que estava, em busca da paz...procurei-a primeiramente na Justiça, mas por todos os lados por onde eu olhava,somente via grassar injustiças...
procurei-a na amizade mas percebi,na maioria das vezes, que a mesma se esvaía nos embates das adversidades primeiras...

Procurei-a entre a fraternidade, faculdade,a mim, que deveria ser inerente ao ser humano... mas a mesma me afigurou travestida de interesses outros...

Olhei para trás e, no meu afã de encontrara tão decantada paz, procurei-a nos doces anelos da infância perdida...mas,longe estava e não consegui alcançá-lacom meus pensamentos sofridos...

Continuei em sua busca mas por onde passava somente sofrimentos, lágrima se chagas de outros seres mais infelizesque eu mesmo...

Cansado, aturdido e desanimado,sentei-me em uma das curvas deste caminho chamado vida...

Quando percebi, me dei conta de grande carvalho crescido e havia, em meu egoísmo,sentado sob sua fronte, que oferecia sombra, sem nada pedir em troca...

Percebi também, dentro de meu ego avantajado, pequenina flor que se abriae, com delicadeza oferecia, mesmo em detrimento de sua vida, beleza e perfume,cumprindo seu papel sem reclamos...

De repente, um pássaro, sem temer aconvivência estranha pousou perto de mim e, sem que pedisse, doce tão suave canto entoou, em troca apenas de umas migalhas de alimento, que me sobejavam...

Olhei ao céu, em muda prece, e, encantado,ainda me dei conta de que o sol nasce todo dia, independente de agradecimentos,reconhecimento ou respeito cumprindo sua tarefa nos dando calor, vida e felicidade...

Envergonhado perante tamanha lição de vida que a própria natureza, em sua grandeza, me dava... levantei-me e voltei sobre os passos dados...

Reconciliei-me com os amigos não perdidos,sabendo que a hora é sempre aquela que fazemos, não a que esperamos...

Abracei a todos aqueles mais infelizes que eu mesmo em seu infortúnio e, aturdido,me deparei perante olhos cheios de amor e alegria...

Olhei para meu passado e - finalmente! atingiram-me os ecos da infância, apenas esquecida e o riso alegre das horas de folguedo, vieram céleres em minha memória anímica...

Defrontei-me com a fraternidade,compreendendo sua importância... as mãos estendidas, sem outro comprometimento,falavam mais alto no coração daqueles que com ela compartilhavam...

Até que me deparei com a injustiça epercebi que a mesma é o primeiro passo que devemos dar em busca da Justiça...

Finalmente percebi que, para achar a paz que tanto buscava! Teria, primeiro, de buscá-la em meu próprio ser, não, em meu egoísmo..."